A Sétima Porta de Richard Zimler

19:32



Sinopse:
“Em 1990, Richard Zimler encontrou, numa cave de Istambul, sete manuscritos do século XVI escritos pelo cabalista Berequias Zarco. Um deles narrava o pogrom de Lisboa e o autor utilizou-o para cenário do seu livro O Último Cabalista de Lisboa. Mas, o que revelavam os outros seis manuscritos?
Em Berlim, na década de trinta, Isaac, um descendente de Berequias Zarco e detentor dos manuscritos, está determinado a descobri-lo. Convencido de que o pacto entre Hitler e Estaline anuncia uma profecia apocalíptica prestes a concretizar-se, Isaac Zarco procura arduamente descodificar aqueles textos cabalísticos medievais para assim salvar o mundo.
Passado durante a ascensão de Hitler ao poder, e coincidente com o período da perseguição nazi aos portadores de malformações físicas, A Sétima Porta junta Sophie Riedesel – uma jovem ousada, sonhadora e ambiciosa – a um grupo clandestino de ativistas judeus e antigos artistas de circo liderado por Isaac Zarco, numa luta contra as políticas antissemitas. Mas quando uma série de esterilizações forçadas, estranhos crimes e deportações dizimam o grupo, Sophie ergue-se num combate solitário contra aqueles que ameaçam destruir tudo o que ela mais ama na vida. Um romance emocionante carregado de simbolismo e uma verdadeira lição de História e de humanidade sobre as muitas vítimas sem rosto de um dos regimes mais implacáveis de todos os tempos.

Opinião:

A sétima porta de Richard Zimler foi-me oferecido, e julgo que, na época, não o teria comprado por mim mesma. Porquê? Porque é possivelmente dos livros que mais me emocionou. A acção ocorre na época mais sombria da humanidade: A ascensão de Hitler.
Desde o início eu sabia que não seria um conto de fadas, mas dentro de mim existia sempre aquela pequena luz de esperança. Este é um livro que irá sem dúvida chocar e perdurar em nossas mentes e corações e por esse motivo falo hoje nele.

Zimler apresenta-nos personagens fortes e humanas que são confrontadas com um pesadelo demasiado real.  Ao longo do livro observamos as personagens a mudar, a evolução delas e as suas reacções ao que está acontecer, dando-nos uma nova visão sobre a época. Um homem que inicialmente parece não ter qualquer importância acaba por interferir, e até mesmo acabar, com a vida de inúmeras pessoas que não entendem sequer o que está acontecer. E nós, os leitores, somos confrontados com a realidade e sofremos um misto de emoções que vão da alegria à raiva...

Não é, talvez, o livro mais rico em detalhes históricos que eu já li. Mas sem dúvida que da primeira página até à ultima nos oferece um excelente contexto que nos transportará para a época.

Muito mais poderia ser dito, mas temo que ao fazê-lo pudesse revelar demasiado e assim retirar toda a emoção que é ler um livro novo.
Gostaria apenas de acrescentar que este livro, como já referido, poderá chocar algumas pessoas devido a alguns dos seus relatos. No entanto, não deixa de ser um livro incrível que nos irá ensinar bastante sobre o que aconteceu e nos fará reflectir sobre o mesmo e, possivelmente, sobre os dias de hoje.

You Might Also Like

0 comentários

Afiliado

Membro

Professional Reader